domingo, 16 de fevereiro de 2014

PÃO de ALFARROBA

Com a mesma receita do Pão sem Glúten que publiquei anteriormente, pode variar em alguns detalhes e fazer pão diferente!


1 chávena de farinha trigo sarraceno *
1 chávena de farinha branca sem glúten * 
1 c. sopa de farinha de alfarroba (pode encontrar nos hipermercados)
1 c. chá de sal
2 c. chá de fermento biológico seco (pode encontrar nos hipermercados, contudo usei da marca Doves Farm®)
4 c. sopa de azeite extra virgem de oliveira
1 e ½ c. sopa de açúcar mascavado
2 ovos
1 e ½ chávena de água fria do frigorífico 
1 c. chá de gelatina vegetal em pó (agar-agar, pode encontrar nos hipermercados)
1 c. sopa de sementes de girassol trituradas
1 c. sopa sementes de abobora trituradas
1 c. sopa sementes de sésamo para decorar

Farinha de trigo sarraceno, comprada na loja, Biorigem, Produtos da Agricultura Biológica, na rua Damião de Gois, no Porto.
* Farinha branca sem glúten, comprada no site da amazon.co.uk da marca Doves Farm®.
Pode encontrar estas farinhas, nas lojas de produtos naturais, ervanárias ou até na área viva dos hipermercados. Se tiver dificuldade em encontrar, pode sempre recorrer à farinha de arroz que existe nos supermercados. 

Misture todos os ingredientes acima referidos até à água fria. Dissolva a gelatina num pouco de água ao lume, mexendo até que todas as areias da gelatina fiquem dissolvidas. Junte ao preparado anterior e misture bem.
Reserve a massa e deixe-a levedar por 1h em ambiente neutro, até que esta cresça para o dobro.
Quando a massa estiver levedada, junte-lhe as sementes de girassol e abóbora. 
Use uma forma de silicone, para não ter que a untar. Coloque a massa na forma, e decore a massa com as sementes de sésamo.
Leve ao forno previamente aquecido a 200º durante 1 hora. Vá olhando de forma que não fique muito queimado. 

Cá em casa um pão destes dura uma semana. Costumamos comer ao pequeno-almoço, cortado em fatias finas e aquecido na torradeira com queijo de cabra, compotas caseiras com baixo teor de açúcar confecionadas pela minha mãe, ou ainda mais saudável, com mel.

Bom Apetite! 


Postar um comentário